domingo, 13 de fevereiro de 2011

Só na vontade

Não sou de ficar pedindo cabeça de treinador, mas acho que a situação do Benazzi dentro do AVAÍ está ficando insustentável. Quando ele chegou naquela reta final do ano passado eu achei que foi uma decisão acertada pois precisávamos de um treinador motivador, de tiro curto para nos tirar daquela situação. Na verdade qualquer um que chegasse naquela hora provavelmente teria o mesmo resultado pois isto partiu dos jogadores, da diretoria em permitir que os torcedores incentivassem o time com a redução dos valores dos ingressos, e principalmente da torcida que segurou o time.
Mas agora, tendo a chance de participar da montagem do time, moldando-o à sua cara, treinando o bom grupo do AVAÍ para encarar o campeonato da forma que o AVAÍ tem que encarar, disputando a parte de cima da tabela, ele tanto não consegue dar uma cara ao time como faz alterações equivocadas e deixa um amontoado dentro de campo, além de admitir que não faz treinos técnicos e táticos pois não gosta.


O jogo de ontem foi uma caricatura sua, com um elenco de qualidade começamos bem mas sofremos uma virada e só conseguimos a vitória na vontade e vergonha na cara dos jogadores. Os três últimos gols evidenciaram bem isto, tudo no abafa, e que a qualidade individual nos salvou.


O que se comenta é que ele está na corda bamba e que o Silas já foi contactado, inclusive que já foi visto na cidade. Acho o Silas um ótimo técnico, sou muito grato a ele e acho que as cagadas que ele fez no ano passado até são "esquecíveis", mas não acho que esta seria a hora de trazê-lo de volta, talvez daqui uns dois anos, mas agora não.


De qualquer forma acredito que já passou da hora de mudarmos de técnico, para começar o segundo turno com tudo em busca do tri, além de iniciar bem a Copa do Brasil.

2 comentários:

Serjão disse...

Sandro, concordo com voce. Nao sou aquele sapo agourento que tem um microfone e posa de Avaiano que por interesse comerciais detona treinadores que "nao pagam cache" e passa a indicar outros. Mas por queestao de bom senso, sejamos sinceros, quem evitou a queda Avaiana foi a torcida e o dinheiro pago a muitos mercenarios que hoje estao a kilometros da Ressacada. Benazzi como profissional, apesar de ganhar muito bem, escolhia a competeçao que ia dirigir, nunca foi do agrado da torcida e nunca foi lembrado como responsavel pela permanencia do Avai na Elite. Tem suas qualidades, mas como dirigir clube de Serie A, com certeza, jamais!

Anônimo disse...

Sandro, concordo contigo quanto ao comentário a respeito da contratação do Silas.
Foi um treinador que se identificou com o Avai, mas no momento, acho prematura a sua contratação, se é que vão contratá-lo.
Depois de tudo que aconteceu quando de sua saída, não será uma boa a sua contratação.
A, propósito, onde anda o Silas?
Porque depois que ele saiu do Avai, onde ele se firmou?
É só procurar que há grandes treinadores por aí.
Um abraço.