sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

FraZé

"Otimismo é esperar pelo melhor. Confiança é saber lidar com o pior."


Bom fim de semana a todos
Seu Zé

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

FraZé


Querida bebida, tínhamos um acordo de que você me deixaria engraçado, inteligente e me faria Dançar melhor. Vi o vídeo,precisamos conversar.

Bom final de semana a todos
Seu Zé


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

O recomeço é hoje

Bom, apesar de o blog estar mais parado que água de poço, estamos acompanhando o que acontece no AVAÍ. Aliás, pode-se dar um tempo, uma descansada do AVAÍ, mas a paixão nunca acaba e estamos sempre atentos ao que acontece, não só no futebol mas em todos os setores do clube.
Hoje teremos reunião do conselho deliberativo (ou comemorativo como tem sido) e quem está realmente interessado no futuro do clube se movimenta para que haja cobrança de atitude dos conselheiros junto à direção.
E há muito o que ser cobrado, e não vou me alongar muito pois isto já foi muito batido em todos os blogs, mas saliento o que considero um dos fatores preponderantes para o nosso rebaixamento. Nosso diferencial sempre foi a força da nossa torcida e a pressão que a Ressacada fazia nos adversários mas desde o ano passado quando o marketing e "a planilha do Nerto" definiram que o AVAÍ não precisava da força da sua torcida para se manter na Série A que começo a nossa queda. Imagino que agora eles tenham a solução, o famoso plano B, para manter o clube e subir com o orçamento de Série B.
Então, hoje tem compromisso, todos que puderem compareçam à concentração antes da reunião do conselho, mas de forma ordeira pois muitos conselheiros tem o mesmo pensamento de grande parte da torcida.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

FraZé

Se um problema não puder ser resolvido com calma e pacificamente, tampouco ele será resolvido com discussão e agressividade.


Bom Fim de semana a todos
Seu Zé

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

FraZé


Experiência não é o que aconteceu com você, mas o que você fez com o que lhe aconteceu

Bom fim de semana a todos
Seu Zé

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

FraZé

"Se quer que algo aconteça, faça acontecer, não culpe o destino pela sua falta de atitude."


Bom Fim de semana a todos
Seu Zé

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

FraZé

"Não importa se vou pro céu ou pro inferno. Tenho amigos nos dois."


Bom fim de semana a todos
Seu Zé

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

FraZé

"Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã. Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo."

Bom fim de semana a todos
Seu Zé

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

FraZé

‎''O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçarmos com mais inteligência"


Bom Fim de semana a todos
Seu Zé

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Acertando o time

Nosso time foi feito e refeito várias vezes neste ano, a maioria dela sem a bênção da L.A., tanto que muitos dos jogadores trazidos não tem nem de longe o perfil dos atletas que o Luiz Alberto gosta de trabalhar: novos e pouco renomados. Admiro muito o trabalho do L.A. e acho que por enquanto não temos como nos segurar sozinhos, sem o know-how dele.
Com a sua reaproximação do clube começaram a chegar jogadores que vem sendo muito úteis ao time e fazendo a diferença. Primeiro Lincoln que deu muito mais qualidade na criação e agora o Jr Urso que é muito bom na marcação e tem bom passe melhoraram muito o nosso time.
Outro que chegou há pouco e tomou conta da posição foi o Fernandinho, que não chega a ser O CARA mas melhorou o nosso lado esquerdo.
Agora com esta vitória e com um futebol que melhorou o ideal é manter a base do último jogo, com o Cléverson na frente junto com o William, deixando o Rafael Coelho como opção pra meter uma correria no segundo tempo. Outro que também é muito contestado e que foi bem é o Daniel. Agora até o Toninho Cecílio, na coletiva de hoje, de forma descontraída disse que se for o caso deixa o Betinho no campo e ele fica sempre no camarote.
Vamo que vamo, amanhã precisamos de mais uma vitória e certamente a torcida estará apoiando como no jogo anterior.

Nada de matemática

Trabalho praticamente o dia inteiro com planilhas, fazendo cálculos judiciais, mas no futebol sou avesso à matemática. Este negócio de que precisamos de tantas vitórias para chegar a não sei quantos pontos serve apenas para termos um parâmetro, uma comparação com os anos anteriores.
O número mágico para o time se livrar completamente do rebaixamento é 45 pontos, mas pode ser um pouco menos. Mas o que eu considero é apenas que temos que ficar na frente de 4. Para isto a primeira coisa que temos que fazer é sair desta maldita zona de rebaixamento. Vencer o próximo jogo e seguir pontuando, seja fora ou em casa. Quando sairmos da zona teremos que administrar a diferença para quem está nela.
Sei lá, podemos escapar até com 41 ou 42 pontos, o campeonato está muito equilibrado. o Ceará que está um pouco mais folgado vem caindo de rendimento, assim como o Cruzeiro que é o pior time do returno. Se eles entrarem na zona dificilmente sairão.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Não vamos cair

A derrota para o Bahia me deixou desolado. Não jogamos mal, vencíamos o jogo e não merecíamos perder. Quando o Bahia virou o jogo me bateu o desespero. Aquele era O JOGO para vencermos fora de casa e iniciarmos uma reação. Aí pensei: fudeu, não vamos mais conseguir a reação para escapar.
Ninguém esperando o time no aeorporto, o time chegando de cabeça baixa, até que uns malucos inventam: vamos lotar o treino e apoiar o time, isto não falha. E não falhou, eu, a Renata, o Dudu e mais 1125 pessoas estávamos lá para apoiar o time. Eles ficaram batendo bola atrás do campo e quando entraram para fazer o recreativo, se reuniram no meio-de-campo para agradecer o apoio da torcida e nos aplaudir. Ali eu pensei, não vamos cair. Eles sentiram a responsa. Vão jogar para honrar a camisa.
Ontem levei meu vizinho na faixa e fomos para o jogo confiantes. E o time mostrou que podemos confiar, jogou com vontade e venceu ao natural, sem sustos e soberano na partida. Mais importante foi a atitude do time querendo vencer e o apoio da torcida que jogou junto com o time. Com esta dobradinha time querendo vencer e torcida jogando junto não vamos cair.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

#SalveFloripa e o o Treino dos 1000

Esta semana o Guga Kuerten chacoalhou a cidade com declarações de que se a violência continuar como está logo logo ele se verá obrigado a se mudar da ilha e em seguida ele mesmo começou uma campanha no twitter com o #SalveFloripa.
Fora os que estão dormindo em berço esplêndido e satisfeitos com a situação da cidade que a cada dia fica mais irreconhecível, a grande maioria apoiou o Guga.
No fundo acho que a declaração foi mais uma forma de abrir os olhos dos governantes do que uma real ameaça de realmente se mudar daqui. Mais ou menos como quando ligamos para os famigerados Call Centers de empresas de telefonia ou cartão de crédito para reclamar de um serviço ou cobrança e já começamos ameaçando a cancelar sua linha ou cartão para alertar quem está do outro lado da linha que estamos realmente insatisfeitos. Na verdade não queremos cancelar nada, queremos apenas que resolvam o problema.
E assim também acontece no AVAÍ. Vira e mexe o torcedor ameaça abandonar o time devido aos maus resultados, às políticas de preços ou qualquer outra "rateada" da diretoria, etc., mas na verdade o que queremos mesmo é o bem do clube, uma reação do time, tanto que nestes momentos cruciais, desde que a diretoria permitisse (entenda-se valores justos), a torcida sempre esteve junto, seja no aeroporto, no treino de amanhã ou nos jogos.
Amanhã estaremos no treino para mais uma vez levar apoio ao time e domingo estaremos juntos novamente.
Hoje o Carlos Moya chegou, amanhã a tarde tem o jogo de exibição contra o Guga. Quem sabe eles não aparecem amanhã de manhã no Treino dos 1000 para apoiar também? E domingo tem jogo heim Guga, manda e-mail para o AVAÍ e libera tua carteirinha pra levar o Moya na faixa.

FraZé

Olá pessoal!

Após 3 meses de recuperação estou retornando.

"Ninguém é tão importante que não possa ser esquecido, nem tão insignificante que não deva ser lembrado"

Bom fim de semana a todos
Seu Zé

Mexeu no time, mas ainda não me agrada

No treinamento de ontem o técnico Toninho Cecílio mexeu no time, tirou um zagueiro e colocou o Diogo Orlando onde na verdade deve jogar o Bruno. Ainda não é a escalação que me agrada.
Ontem o George Wagner comentou aqui no blog uma coisa que eu nem me lembrava mais, mas que funcionou bem nos bons jogos que fizemos na Copa do Brasil. Na ausência de uma boa opção para lateral direita quem entrou ali foi justamente o Diogo Orlando, e talvez esta fosse uma boa alternativa.
O Cássio continua de fora, talvez possa voltar contra o Atlético-Go na querta-feira. Um amigo meu esteve vendo o treino ontem e se surpreendeu com o Émerson Nunes mantendo a forma física. Na boa, o Émerson Nunes joga tranquilamente nesta defesa aí.
Dizem também que quem treinou bem foi o Leandrinho. Já que parece que ele será mesmo o escolhido para fazer dupla com o Lincoln, tomara que entrando desde o início ele jogue muuuuuuuuito mais do que jogou quando entrou durante os jogos.
A boa notícia é que o Toninho Cecílio teve sua pena confirmada e terá que ficar de fora nos próximos 3 jogos. E para quem é superticioso como eu, isto é um bom sinal. E por falar em superstição, ontem encontrei meu camarada Fernando Makowiesky e conversando com ele sobre nossas possibilidades de permanecer na Série A ele acha que não temos mais chances. Gosto quando encontro com ele quando estamos em situações complicadas pois ele diz que não dá mais e o time começa a reagir, já aconteceu isto umas três vezes. Como sou supersticioso...

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Que saudade do Moisés...

Ouvi o noticiário do Rogério Luiz hoje de manhã na Guarujá e me desanimei. Apesar de o repórter ter dito que o time que treinou ontem NÃO deve ser o que entrará em campo domingo, só pelos atletas usados em relação aos que estão à disposição já dão uma brochada em qualquer torcedor.
O Bruno foi poupado ontem mas não deve ser problema para o jogo. O time treinou com Felipe, Daniel, Dirceu, Gustavo, Gian e Fernandinho, Jr Urso, Pedro Ken, Leandrinho e Lincoln, Rafael Coelho.
Primeira coisa: Cléverson e Estrada continuam de fora (será que ainda é reflexo daquele esporro que o Toninho deu no grupo na semana passada quando o William e o Lincoln pediram que os dois viajassem com o grupo, como disse o Aguiar?).
Segundo, se o Bruno não pôde treinar mas vai jogar, então treina com um com característica semelhante a dele pô. Leandrinho de novo?
Terceiro, porque não testar um meia no lugar do Daniel que ainda não rendeu o esperado?
Quarto e mais grave: ONDE ESTÁ O CÁSSIO? A defesa é o Cássio e o Gian e mais um.
Que saudades do Moisés Cândido que chamava o técnico teimoso e falava como tinha que ser para o time melhorar. Quem faz isto hoje dentro do AVAÍ?
_______________________________
Montagem: Soucorneteiro

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Baixas e reforços

Certamente a baixa que será mais sentida é a do nosso Capitão William. Mesmo que ele não venha conseguindo jogar tudo o que sabe, sem dúvida ele é o nosso melhor atacante e é em quem a torcida confia.
Além dele não teremos o contestado Robinho que muitos, inclusive eu, acham que deveria ceder lugar par ao Cléverson ou até mesmo o Rafael Coelho. Outro que está no "estaleiro" é o Welton Felipe, mas este já havia perdido a vaga há algum tempo. A novidade, que vi no DeVirada, é uma possível contusão do Daniel. Além deles, quem terá que cumprir os outros 3 jogos de suspensão é o Toninho Cecílio.
A bem da verdade, fora o William, não vi nenhum outro desfalque nesta lista, principalmente o fato de o Toninho ter que ficar no camarote, de onde ganhou seus únicos dois jogos até agora.
Por outro lado temos a liberação do Cássio, do Robert e do Marcos Paulo. O Cássio mesmo fora de ritmo joga com folgas nesta nossa zaga e assim podemos até jogar com 3 zagueiros (Gian, Gustavo ou Dirceu e Cássio), Fernandinho na esquerda e o Cleverson solto pela ala direita, Bruno e Jr Urso no meio, Pedro Ken (ou Estrada ou Marcos Paulo) e Lincoln, com o Coelho no ataque.
Acho que fica um time com uma defesa mais sólida e com boas opções de ataque.

De graça até ônibus errado

Bom, todos já devem estar sabendo que o jogo contra o Atlético-PR será de graça. Digo de graça pois é muito difícil que os torcedores não sócios, principalmente aqueles que foram enxotados do estádio desde o ano passado, não tenham pelo menos um amigo sócio para "colocá-lo pra dentro na faixa".
No ano passado, naqueles jogos de 10 e 20 pila, quando a diretoria teve que dar o braço a torcer para que o torcedor tentasse salvar o time tivemos público em torno de 17.800 pessoas. Digamos que 800 atleticanos venham para o jogo, devemos ter em torno de 5 mil sócios adimplentes (duvido que tenhamos mais, mesmo que a diretoria jure de pés juntos que temos) o que daria 10 mil pessoas, sobram 7 mil ingressos a 20 pilinha. É coisa pra encher o estádio.
Mas você que é sócio e vai levar alguém "garrado", não esqueça de mandar seu e-mail para secretaria@avai.com.br dando seu nome, setor e número da carteirinha para liberar sua carteira para duas entradas. Aliás, eu acredito que liberarão duas entradas para TODOS os sócios e este e-mail é só para constar mesmo pois isto envolve muita organização, coisa difícil de acreditarmos que aconteça no AVAÍ, ainda mais nos últimos dois anos.
De qualquer forma temos que parabenizar a diretoria por esta atitude, apesar de tardia e desesperadora, de trazer os torcedores novamente para apoiar o time para ver se saímos deste atoleiro.

Essa torcida...

Realmente a torcida AVAIANA é diferenciada. Quando menos se esperaria um apoio maciço da torcida, é aí que aparece esse bando de malucos querendo mexer com a cabeça dos jogadores.
Sábado está programado o último treino antes do jogo contra o Atlético-PR e a torcida marcará presença na Ressacada para apoiar os jogadores mais uma vez. Nas vezes anteriores que a torcida se mobilizou desta forma tivemos resultado em campo.
E domingo temos que encher a Ressacada e transformá-la num verdadeiro caldeirão como era quando a diretoria permitia que a torcida comparecesse aos jogos. O jogo domingo é de graça, vamos lá, os maiores interessados na permanência na Série A somos nós mesmos.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Pra mim foi mais culpa do ataque

É claro que a nossa zaga voltou a falhar contra o Bahia, como sempre, mas no geral não achei que foi tão mal. Eles não chegaram a perder muitos gols, as oportunidades que tiveram acabaram convertendo.
Pra mim o nosso grande pecado neste jogo foi o desperdício de gols. O Pedro Ken perdeu um quando ainda estava 0x0, o William perdeu outro no segundo tempo quando bateu "mascado" e o goleiro pegou, e o crucial foi o que o Robinho perdeu quando recebeu um cruzamento dentro da área, podia pegar de primeira mas preferiu ajeitar e o zagueiro chegou para tirar. O Lincoln também não rendeu o esperado, abusando das jogadas de efeito.
Agora o Zunino já avisou que o Toninho Cecílio tem a sua última chance de fazer o time vencer (disse que o Toninho só sai se pedir demissão, mas já sabemos como interpretar as entrevistas do presidente) mas estas últimas chances que ele tem recebido já estão se arrastando demais. Ele tem que pelo menos unir o grupo, escalar os melhores e, se for possível, acompanhar o jogo do camarote.

sábado, 1 de outubro de 2011

Valeu a recepção no aeroporto


Estava mais do que na hora mas mesmo assim a diretoria estava irredutível. Talvez considerando a possibilidade de, mesmo reduzindo os valores dos ingressos, a torcida por se sentir desprezada não abraçar a causa e mesmo assim manter o estádio semi-vazio.
Mas graças à Leões do Vale, do VidAVAÍ, e de tantos outros que mobilizaram a torcida para acompanhar o embarque da delegação, a diretoria viu que ESTAMOS JUNTOS e a ultima coisa que queremos é ver o time sendo rebaixado. Se a própria diretoria não acreditava mais na recuperação, a TORCIDA mostrou que ainda acredita e que irá com o time até o fim, desde que o clube permita.
O presidente, diretores, imprensa, todos viram a força da torcida e a diretoria enfim resolveu permitir que o torcedor ajude o time a sair deste atoleiro que a DIRETORIA nos meteu desde o ano passado, que o time não  respondia em campo pois não tinha a pressão da torcida e a torcida não ia por que o time não correspondia, era uma bola de neve.
Agora sim, com a redução dos valores dos ingressos para os populares R$ 20,00 em TODO O ESTÁDIO a torcida certamente comparecerá em massa para apoiar o time. Uma vitória hoje no Pituaçu melhoraria ainda mais a situação.
E os sócios ainda poderão levar um convidado "de grátis" desde que se habilitem enviando e-mail para um endereço que será disponibilizado esta semana. O sócio saiu perdendo nesta história? Eu digo que NÃO. A pior perda é o rebaixamento e quem se afastaria do clube por causa destas promoções já se afastou no ano passado.
Bora AVAÍ, agora com a torcida junto sim seremos muito mais fortes.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Cássio, Cléverson e Estrada

Nossa defesa vem sendo um tormento desde o início do ano. Já passaram zagueiros que chegam a dar arrepio no torcedor só de lembrar seus nomes, como o Leonardo e o Welton Felipe. Outros muito inconstantes como o Dirceu (sim, ele fez algumas boas partidas) e o Gustavo Bastos que vira e mexe voltam ao time. Mas a defesa que nos deu alguma segurança, mesmo não sendo uma Brastemp, foi a dupla Gian e Cássio, que formaram a zaga mais para o final do estadual, até que o Gian se machucou contra a Chapecoense.
Tudo bem que o Cássio é mais baixo e acabamos perdendo força na bola aérea, mas ele é um guerreiro e, principalmente, um zagueiro rápido. Falha como todos falham, mas geralmente muito menos que os demais. E com o Bruno fechando como um terceiro zagueiro acho que a zaga ideal seria Gian e Cássio. Estava contundido, demorou para se recuperar mas agora já está à disposição e ontem treinou no time reserva ao lado do Tiago Sales. Eu não teria dúvida e faria a zaga com estes três.
E pelos noticiários, Cléverson e Estrada continuam de fora. Eu os colocaria no lugar do Robinho e Pedro Ken que não estão rendendo. Não adianta ficar insistindo, esta é a hora de mudar para termos resultados diferentes.
E o Marcos Paulo? Por onde anda? Será que ele não tem vaga neste meio-de-campo?

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Só no esporro

O papo do momento é o esporro dado pelo Toninho Cecílio no grupo ontem. Tudo devido ao baixo rendimento, mais uma vez, do time no jogo contra o Grêmio.
Alguns acham que ele teria que ser um pouco mais político e resolver o problema de outra forma, sem a rispidez utilizada. Concordo que tem muito jogador fresco que não aceita bronca de treinador, mas na situação que nos encontramos acho que tem que se pegar um pouco mais pesado mesmo.
Pode acontecer a mesma coisa que aconteceu com o Antônio Lopes? Talvez, mas se continuasse da mesma forma de antes, continuaríamos tendo os mesmos resultados que nada nos servem. Espero que ele tenha conseguido mexer com os brios dos jogadores e que estes mostrem mais vergonha na cara.
Mas também não adianta de nada continuar com os mesmos jogadores. Pelos notíciários nas rádios as únicas alterações em relação ao último jogo é a entrada do Dirceu no lugar do Gustavo Bastos, suspenso mas que também fez uma má partida, e o retorno do Bruno com a saída do Batista. Robinho e Pedro Ken também não estão jogando nada e está na hora de mudar. Ah, e será que demora muito para o Cássio ficar à disposição?

terça-feira, 27 de setembro de 2011

O choro do William

Muita gente criticou nosso capitão por ter desabado em choro abraçado com o Marquinhos, considerando uma atitude de gente fraca que não segura o tranco.
Eu vejo por outro lado, pra mim aquilo foi o retrato da angústia do líder do time que por vários motivos não consegue sair do atoleiro. Choro de vergonha por não estar conseguindo sair desta situação. Pelo menos ele tem consciência do que estamos passando e não quer que isto continue assim, diferente de outros jogadores que saem sorrindo ou nem aí para a posição na tabela.
Mas ontem ele já disse que o próximo choro será de alegria por sair desta situação. Prefiro jogadores assim, com vergonha na cara e que honrem nossa camisa. Mesmo se ele não estiver fazendo uma boa partida pelo menos estará correndo e lutando para melhorar.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Urgente: 10 continho já

Como escrevi na postagem anterior, o AVAÍ precisa urgentemente que o torcedor da Série B volte para o estádio. Aquele torcedor que leva apoio incondicional durante o jogo, que só vaia no final se o time não vencer, que faça chuva ou faça sol estará empurrando seu amado AVAÍ.
Infelizmente só se vê este torcedor naquele cantinho do setor H. E o pior é que com estes 20 reais que estão dizendo que é promoção (que ainda é caro para o futebol que o time vem jogando) não vai encher o estádio, e mesmo que enchesse não formaria aquele caldeirão que precisamos.
Outra coisa, esquece esta história de que os sócios não vão gostar e vão cancelar suas carteirinhas, se alguém fosse fazer isto já teria feito no ano passado. Lá o desrespeito foi ainda maior, se alguém cancelar é por que não seria sócio numa situação complicada, como por exemplo a Série B, e dos mais ou menos 5 mil sócios que deve ter hoje, estes que pularão fora devem ser uns 100.
Pior que isto é cair pra B, isto sim NINGUÉM quer, e todos sabemos que o prejuízo será ainda maior. Por favor Zunino, deixe o orgulho de lado, dê um soco na mesa e baixe os ingressos para ver se conseguimos escapar deste rebaixamento.

Precisamos voltar a ser o AVAÍ

Desde o início do ano passado que o AVAÍ deixou de ser o AVAÍ.
A diretoria pegou a cartilha PPP, procurou a parte que não deu certo (a parte final) e seguiu a risca. Primeiro se divorciando totalmente da torcida achando que o time daria conta sozinho, sem o apoio do torcedor para empurrar os jogadores. Aumentou o valor das mensalidades e ingressos e não deu bola pra reclamação do seu maior patrimônio. Depois começou a montar times medíocres mas sempre com o discurso arrogante de que o time era bom, era o melhor da história do clube, que buscariam uma vaga na Libertadores, enfim enxergando coisa que pessoas conscientes sabiam ser impossível.
E para finalizar tentaram reaver os valores colocados no clube fazendo desmanches em cima de desmanches e colocando a conta sempre nas costas da torcida.
É óbvio que isto não iria funcionar. Todos já conhecem esta história e imaginam como será o final.
Mas o pior é que agora até a torcida está copiando a parte ruim do rivel. Nunca fomos de humilhar nosso ídolos, vaiar o time, etc., mas este ano a torcida resolveu fazer tudo isto. Quando o Marquinhos ainda estava no AVAÍ a torcida o vaiou e correu com ele daqui, ontem as vaias surgiram novamente. Seria muito mais inteligente gritar o nome dele e cantar dizendo que ele é AVAIANO, como uma vez foi feito com o Adilson Heleno, que certamente desconcentraria ele e ele não jogaria o que jogou ontem. Conseguiram também queimar uma substituição nossa, vaiando o Batista e o tirando do jogo. Se ele não estava bem, tinha outros que estavam muito pior e continuaram em campo.
Não foi o torcedor que mudou, o torcedor que vaia sempre vaiou, o que só apoia sempre apoiou, acontece que o que sempre só apoiou está proibido de ir aos jogos por não ter como pagar. Ontem o único pessoal que apoiou o tempo todo foi a turma do setor H, o de vintinho. É este torcedor que temos que trazer de volta para Ressacada. Aquele que pegou chuva mas que não arredou o pé na Série B, que empurrou o time nas rodadas finais do ano passado, é deste torcedor que precisamos, antes que não dê mais tempo (se é que ainda dá).

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Agora é com os teimosos

Tudo bem, o AVAÍ abusou de errar neste ano, repetiu tudo de errado que fez no ano passado e ainda se esforçou para fazer pior. Coloca ingresso no valor normal dos outros times e diz que é promoção e provavelmente só irá fazer promoção mesmo quando a vaca já estiver no brejo como no ano passado, tentando uma recuperação milagrosa.
Mas infelizmente se o AVAÍ cair, além do time que perderá muita grana, quem mais sofrerá é o torcedor que sofrerá todo tipo de gozação, portanto se não pegarmos junto agora a coisa pode ser ainda pior.
Mesmo com poucas esperanças, estarei lá apoiando em busca de um milagre.
Vamos nessa?

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Merecido

Finalmente o Émerson foi lembrado pelo Mano Menezes. Com certeza ele vem sendo um dos principais zagueiros do país há pelo menos 3 anos.
Zagueiro artilheiro, já tem 4 gols neste campeonato, mas além de fazer gols, é um defensor muito consistente e regular.
Além disto é um cara que sempre honrou a camisa do AVAÍ, uma pessoa digna, correta, humilde e que merece o que está colhendo.
Parabéns Émerson, continuas sendo orgulho para Nação Azurra.

Desanimador

Este jogo de ontem foi aquele de desanimar de vez o torcedor. O time até faz um bom primeiro tempo, sai perdendo devido a um erro do bandeirinha que não deu um impedimento claro no segundo gol deles, tivemos outras chances de marcar mas um empate era o resultado mais justo. Mas voltamos para o segundo tempo muito mal, quando ainda estava 2x1 o Robinho recebeu dentro da pequena área com total condição de marcar e foi desarmado e em seguida tomamos o terceiro gol.
Para piorar, quem vem do banco para ajudar acaba atrapalhando ainda mais, no caso o Maurício Alves, individualista demais que se tocasse mais a bola poderíamos ter empatado o jogo. Assim não tem condições, eu desisto, não vejo mais chances de reação infelizmente.
Temos é que fazer uma limpa para pegar os que não estão rendendo e tentar coloca-los em outros clubes da Série B, como surgiu a oportunidade do Acleisson ir para o Paraná Clube. Dava até para fazer uma promoção, leva um ganha outro.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

E o jogo de hoje...

Bom, desde aquele 3x2 em 2009, nossa primeira vitória naquele ano, numa patada do Léo gago no finalzinho do jogo que não temos tido muita sorte contra o Fluminense. Em 2009 mesmo, no jogo de volta no Maracanã, cedemos a vitória para eles, o que resultou na arrancada deles para escapar do rebaixamento de forma fantástica. Ano passado perdemos os dois jogos e este ano perdemos em casa.
Pelo histórico podemos esperar muito pouco do time, principalmente pelo que fez nas últimas rodadas o Fluminense, e pelo que não fez o AVAÍ.
Mas como o AVAÍ faz coisas, sempre se tem uma esperança. Se conseguirmos dar consistência à defesa, coisa difícil desde o início do ano, e nossos atacantes estiverem um pouco mais inspirados que no último jogo é capaz de darmos um biquinho.
Para não me frustrar, com um empatezinho já estou satisfeito.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

E o Pedro Ken?

O que está acontecendo com ele heim? Começou muito bem no AVAÍ mas seu futebol decaiu assustadoramente. De titular indiscutível passou a ser bastante contestado, inclusive fazendo uma falta tola que resultou no gol de empate do Palmeiras e acabou sendo substituído no intervalo.

Amanhã ele estará fora automaticamente devido à suspensão, mas não tenho certeza que no jogo seguinte ele volte ao time naturalmente. Acredito na possibilidade do Estrada entrar no seu lugar ou até mesmo o Marcos Paulo, com o Batista jogando um pouco mais na frente ao lado do Lincoln.

O Pedro Ken é bom jogador, mas lhe falta vibração. Queria um pouco da raça do Gustavo Bastos nele e seria um jogador completamente diferente.

O que fazer para vencer?

Bom, quando vi a lista dos jogadores que estariam a disposição para o último jogo mais ou menos já conseguia se saber qual seria o time titular. Confesso que salvo uma ou outra peça considerei como o melhor que teríamos no momento.

Vejamos, na defesa o Dirceu é contestado mas o vejo como o mais regular e o Gian foi bem. Talvez coubesse o Gustavo Bastos no time mas apesar da raça que ele demonstra vem errando quase sempre. Nas laterais o Arlan está melhor do que estava o Daniel e talvez o Romano pudesse aparecer na esquerda, mas nada que alterasse muito em termos de qualidade.

O Bruno pra mim é incontestável, apesar de não ter feito uma boa partida. Batista foi bem. Pedro Ken foi muito mal e deve dar lugar para o Estrada. Pra frente tínhamos Robinho, Cléverson e William. Ainda acho que o Marcos Paulo tem lugar neste time, o único que não estava relacionado.

Mesmo assim o time não rendeu o esperado e nas poucas chances que tivemos acabamos perdendo por preciosismo com o William e o Cléverson.

Será que a entrada de um terceiro zagueiro no lugar de um lateral não melhoraria o time? O Cássio ou o Émerson Nunes (que segundo o Aguiar está voltando também) como terceiro zagueiro fechando pela direita, colocando o Robinho ou, melhor ainda, o Cleverson ali pela ala teríamos mais qualidade no apoio por aquele lado e ao mesmo tempo reforçaríamos a nossa defesa que é o nosso verdadeiro calcanhar de aquiles. Em 2009 com o Luis Ricardo por ali surgiram muitas jogadas de gol.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Saiu o listão

O AVAÍ divulgou a lista dos relacionados para o jogo contra o Palmeiras.
No gol não aparecem nem Aleks nem Rafael, ressurgiu o Fernando, mas isto não fará diferença. Nas laterais retorna o Daniel para o banco e o Romano sumiu, também nada que nos ajude nem prejudique.
Agora começam as boas notícias. Na zaga ficam a disposição os nossos três melhores zagueiros atualmente, ficando o Gustavo no banco. No meio devemos jogar com Bruno e Batista na contenção e Fabiano fica "esperando sua vez". Na armação devem aparecer Pedro Ken e Cleverson, e no ataque William e Robinho. Como boas opções temos o Estrada e o Rafael Coelho (dependendo de como estiver o jogo).
Só acho que para completar o banco precisaríamos pelo menos do Marcos Paulo no lugar do Leandrinho pois o Bruno é sempre uma incógnita e apesar de vir jogando bem pode dar uma louca e dar uma voadeira em alguém e ser expulso, aí precisaríamos de um outro marcador. E no ataque, no lugar do Maurício Alves poderia aparecer qualquer um, e eu gostaria de ver o Anderson Lessa.

Goleiros - Felipe e Fernando
Laterais - Arlan, Daniel e Pará
Zagueiros - Gustavo Bastos, Gian e Dirceu
Volantes - Bruno, Batista e Fabiano
Meias - Pedro Ken, Estrada, Robinho, Cleverson e Leandrinho
Atacantes - Rafael Coelho, William e Maurício Alves

É com estes que nós vamos e são estes que vão buscar os três pontos contra o Palmeiras. Ah, e teremos um adversário a mais, o péssimo Evandro Rogério Roman apita o jogo.

Promoção e solidariedade para empolgar o torcedor

O Adriano Assis do, blog Assis Azul e funcionário do MPSC, lançou no seu blog uma campanha para ajudar os atingidos pelas enchentes da semana passada. Entrou em cotnato com o AVAÍ, através da incansável Dona Nesi, e o AVAÍ entrou de cabeça nesta campanha.


Tanto criticamos a falta de boa vontade do AVAÍ em chamar o torcedor de volta mas desta vez acertaram em cheio. Além de dispinibilizar pontos de entrega de donativos o AVAÍ fez mais, atrelou a estas doações uma promoção de ingressos onde cada sócio poderá trocar um quilo de alimento não perecível por um ingresso (limitado a 2.000 ingressos).




Além disto o AVAÍ já havia anunciado uma promoção da venda de 2.500 ingressos para os setores C e D por R$ 20,00, além dos 2.500 dos setores G e H que já tem estes valores habitualmente. E o mais importante foi a entrevista do Cládio Vicente que confirmou que estes valores serão praticados até o final do campeonato.


Com isto a torcida começa a se empolgar e passo a acreditar em cerca de 9 a 10 mil AVAIANOS empurrando o time contra o Palmeiras. A diretoria parece que está despertando da sua hibernação e com ações deste tipo a tendência é que a torcida comece a voltar ao estádio e empurrar o time.


Bendito sejam os que enxergaram que sem torcida o AVAÍ não conseguiria se reabilitar. Acho que ainda há tempo.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Pensei que fosse um pesadelo

Ontem vi um recorte de jornal que recebo de um clipping do AVAÍ a pauta da reunião do Conselho. Não estava bem nítido e alguma coisa parecia não dar de entender, mas quando vi no site oficial esta convocação notei que o que parecia não ter entendido estava bem claro. Além de outros itens, o conselho deliberará sobre camisas para os conselheiros, sorteio para viagens e definição de data de confraternização. PQP, que falta de tato, que deixassem estes itens para os Assuntos Gerais que também consta na pauta e tratassem isto internamente.
O time está numa merda, no subsolo do fundo do poço, precisando do apoio da torcida que continua esquecida e os caras me divulgam uma pauta recheada de comemorações. Como não rotular o conselho de COMEMORATIVO ou DECORATIVO? Sinceramente isto me envergonha e revolta.
Enquanto isto os preços continuam os mesmos, consequentemente o público deve continuar sendo os mesmos 5 mil (e olhe lá).
A Série B está cada vez mais perto, mas pelo menos ano que vem os conselheiros poderão acompanhar o time, devidamente uniformizados, contra o Asa, o Boa Esporte, Bragantino, etc.. Vamos ver quem vai querer.

Edital de Convocação
Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo acontece no próximo dia 20
O Presidente do Conselho Deliberativo do Avaí Futebol Clube, no uso de suas atribuições e na forma dos artigos 50, 51 e 53 dos Estatutos Sociais, convoca os membros do Conselho Deliberativo para Reunião Extraordinária no dia 20 do mês de setembro de 2011, às 19h30min, em primeira convocação, com a presença da maioria simples dos Conselheiros com direito a voto e, em segunda convocação, às 20h, com qualquer número de Conselheiros, em sua sede, na Ressacada, para deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia:

1. Leitura da Ata da reunião anterior;
2. Admissão de novos conselheiros;
3. Informações e discussões sobre a reforma do Estatuto Social;
4. Informações sobre a distribuição de camisas especiais para os conselheiros;
5. Sorteio, entre os presentes à reunião, de conselheiros para acompanhamento da delegação em viagens;
6. Definir preliminares para elaboração do Regimento Interno do Conselho Deliberativo;
7. Definir data para a festa de confraternização de conselheiros;
8. Resgate do registro de antigos integrantes da Diretoria do Conselho Deliberativo;
9. Assuntos Gerais.

Florianópolis, 13 de setembro de 2011

Nereu do Vale Pereira
Presidente do Conselho Deliberativo

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Paixão pelo Avaí não tem idade

Arthur, que nasceu no Canadá a menos de um mês, tornou-se sócio do clube através do tio que levou a carteirinha ao jovem avaiano
Um exemplo de amor ao clube. O sócio do Setor A, Enio da Silveira Junior, associou o sobrinho Arthur da Silveira Malamud assim que ele nasceu. Até aí, tudo bem. O fato mais interessante é que Arthur mora no Canadá e recebeu do tio a carteira de Sócio Coração.
De Montreal, cidade onde mora sua irmã e o cunhado, Enio disse que não perdeu tempo e associou o sobrinho três dias após o nascimento. "O Arthur nasceu no dia 17 de agosto, aqui no Canadá. Três dias depois, fui à Ressacada e fiz a associação para que ele pudesse receber sua carteirinha assim que nós chegássemos em terras canadenses. É uma tradição da família fazer isso", contou Enio.
Exemplos como este engrandecem o clube e mostram a força e a importância do Avaí na vida das pessoas. Arthur, que fará um mês de vida daqui cinco dias, é mais um integrante da maior e mais apaixonada torcida de Santa Catarina. Ele agora é um associado na modalidade Nação Avaiana que custa R$ 20,00 por mês e ainda dá um desconto de 60% no valor do ingresso.


Pois é, quando minha esposa engravidou mandei um e-mail para o AVAÍ sugerindo a criação de uma modalidade de sócios para recém-nascidos tipo "AVAIANO de Berço" ou "AVAIANO Nato". Recebi um formulário, preenchi, dei várias sugestões. Meu filho vai fazer 2 anos e até agora não tive nenhuma resposta.

Não teria nenhuma dificuldade de operacionalizar isto, bastaria a confecção de uma carteirinha simples que não daria acesso nenhum, até porque não há necessidade, a emissão de um certificado ou algo parecido e só, cobrando uma taxinha de uns R$10,00 a R$20,00 por ano e que desse algum desconto nas lojas oficiais para compra de produtos.

Seria um incentivo a mais para a criança torcer para o clube, ser sócia e "viver" o clube, mais ou menos como alguns times fazem o "batismo" do torcedor ( São Paulo por exemplo).

Mas como no AVAÍ tudo é difícil, o mais fácil é explorar o torcedor mesmo, sem muita criatividade.

Miguel, não pode de desculpas!

Diz a lenda que no intervalo do jogo contra o América, quando o AVAÍ fazia mais uma apresentação bizarra e perdia para o lanterna por 2x0 cometendo os mesmo erros defensivos (e levando os mesmos 2 gols) de sempre, alguém chegou no vestiário dizendo que o Miguel tinha falado que o AVAÍ era um time bagaceiro, ou algo parecido.

Isto teria mexido com os brios do time que resolveu jogar bola, acabou empatando o jogo e por muito pouco não vira a partida, e só não virou mesmo graças a excelentes defesas do goleiro adversário.

Até agora, desde o início do ano, o AVAÍ não conseguiu mostrar um padrão de jogo, qualidade nem raça. Neste jogo pelo menos mostraram vergonha na cara depois deste episódio. Quem sabe pelo menos assim o time comece a jogar alguma coisa para provar alguma coisa, senão para torcida, para eles mesmos e para diretoria justificando seus salários, pelo menos para o Miguel que pelo jeito deve ser mais importante que todos nós.

Está parecendo a situação criada em 2007 com o Alfredo Sampaio quando estávamos quase caindo, a imprensa jogando contra (pra variar) e todos se fecharam, não deram mais entrevistas mas pelo menos voltaram a jogar.

Se voltarem a jogar estaremos satisfeitos, e é capaz até de a torcida fazer uma vaquinha para comprar um curió para dar para o Miguel pela criação deste "fato novo".

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Sempre a mesma coisa

Como diz meu amigo Valcir, os adversários nem precisam se esforçar muito para ganhar do AVAÍ, basta esperar a falha da zaga, que esta sempre virá. Daí é aproveitar e marcar os dois gols de sempre.

Apesar das falhas que resultaram na derrota para o Santos, nossa defesa até que estava bem. O Dirceu ganhou todas, o Gustavo com sua tradicional raça também estava "espanando" bem, mas falhou feio no segundo gol, além de falha geral de posicionamento no primeiro.

E para o Toninho Cecílio este deve ter sido eleito o culpado pela derrota, ao melhor estilo Mano Menezes, tanto que nem foi relacionado, entrando o Welton Felipe no seu lugar, assim como fez com o Acleisson após a derrota para o Atlético-MG quando ele errou um passe que resultou no segundo gol. Sinceramente não me agrada esta forma de punição, tudo bem sacar do time titular mas acho que deveria ser pelo menos relacionado para próxima partida, a não ser que tivesse feito uma péssima partida (que acho que não foi o caso), senão acaba queimando o jogador.

Espero que pelo menos a zaga seja formada pelo Dirceu e o Gian, pois o Welton Felipe sim já afundou o AVAÍ várias vezes.

A novidade na delegação é o Estrada, que foi muito pedido no estadual onde fez boas partidas mas que no Brasileirão quando entrou sempre tentou se livrar da bola e não fez por merecer os pedidos da torcida por ele.

Amanhã passa a última carroça, temos que vencer, não tem outro resultado. Depois teremos uma sequência encardida com o Palmeiras, Fluminense e Grêmio. Vamos ter que reagir logo, senão não terá jeito (se é que ainda tem). Pelo menos este jogo contra o América é fora de casa e podemos surpreender no contra-ataque, pois em casa, em campo neutro, está cada vez mais difícil. Somos os piores mandantes do campeonato.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Dinelson no Paraná Clube???

Pelo menos foi isto que acabei de ouvir no rádio.

Bom, realmente ele precisa jogar para ver se volta à sua antiga forma, principalmente técnica. No AVAÍ não acrescentou em nada. Quem sabe voltando ao Paraná ele joga e reencontra seu futebol para quem sabe no ano que vem poder nos ajudar.

No momento ele mais atrapalha do que ajuda no time. Os técnicos ficam meio que na pressão para utilizá-lo e vemos, como foi no último jogo, que ele está muito abaixo do que precisamos.

É claro que muitos vão dizer que foi mais um que veio, se recuperou e agora saiu, mas se é para ficar só pesando na folha, é melhor sair mesmo. E tomara que volte a jogar bem e possa nos ajudar no futuro, se é que o contrato dele mais mais além.

Junto com ele poderiam ir vários outros, como o Maurício Alves que não tem mais espaço no time, uns zagueiros, etc.. Precisamos enxugar o elenco para quem sabe trazer mais algum jogador que realmente possa fazer a diferença como é o caso do Lincoln.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O AVAÍ precisa de nós

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Parabéns AVAÍ

Parece que finalmente o AVAÍ acordou, e não tinha momento melhor para isto do que esta sequência de jogos, clássico e Flamengo.

O time realmente mostra uma evolução, toque de bola e principalmente muita vontade de vencer, de ganhar as divididas, os rebotes. Aqueles últimos jogos com o Gallo estavam muito estranhos, ninguém se dedicava.

Agora temos que manter a pegada para sairmos desta situação complicada.

E esta grande vitória, com um futebol convincente veio justamente poucos minutos antes de comemorarmos mais um aniversário.

Parabéns AVAÍ, um velhinho com muitas glórias, com uma história limpa, que amamos e sempre amaremos.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

FraZé

Aos pouquinhos o Seu Zé reaparece com suas frases...



Olá
Ainda estou em recuperação, mas essa eu não poderia deixar de mandar

"Malandro é o AVAÍ: Que ficou na zona até domingo só pra comer sua preferida! "

Abraços
Seu Zé

sábado, 20 de agosto de 2011

Falcão???


Estou em Porto Alegre desde quarta para formatura do meu cunhado e pouco informado sobre o AVAÍ. Mas ontem na festa uns primos da minha esposa me perguntaram se o AVAÍ já tinha fechado com o Paulo Roberto Falcão para o lugar do Gallo, que é o que estava sendo dito na imprensa gaúcha. Como eu não sabia de nada resolvi pesquisar e também não achei nada.
O que todos dizem é que o relacionamento dele com o Mauro Galvão é muito bom. Não sei qual o patamar de salário do Falcão e nem se seria o cara ideal para nos salvar neste momento, muito menos se a informação procede.
Alguém tem alguma informação neste sentido? Acham que o Falcão os tiraria do atoleiro se ele não conseguiu nem mesmo uma boa campanha com o bom elenco do Inter?

domingo, 14 de agosto de 2011

Sábado pra tirar o cara do sério

Sinceramente, não sei o que me irritou mais ontem, se o resultado da reunião do Conselho decorativo ou a goleada vergonhosa sofrida para o Cruzeiro.
É claro que o nossa paixão é movida pelo futebol e queremos nosso time cada vez melhor, não nos conformando com vexames como o de ontem. Infelizmente a vergonha foi grande mas sabemos que não foi a primeira e provavelmente não será a última, haja visto a pouca qualidade do time, o seu comando, a falta de confiança e a efetiva inexistência de um time. Temos um número excessivo de atletas, poucos com qualidade (o que não soma nem 11 que entram em campo) e eles entram em campo como um amontoado e não formam um time, isto desde o ano passado.
Alguns jogadores que estão no time titular não tem qualquer condição de jogar uma série A, outros ficam no banco e deveriam estar jogando, e muitos que ficam de fora e não deveriam sequer estar no elenco.
O que mais desanima é que as vezes até vencemos uma ou outra partida, mas dificilmente o time nos dá esperanças de que o time vai embalar. E quando dá uma empolgadinha como as duas vitórias seguidas contra Corinthians e Ceará, logo em seguida perdemos em casa e na sequência somos goleados como ontem.
Mas outra coisa que tira o torcedor do sério são as gozações que a diretoria faz com os torcedores e os "balões" que ela dá no Conselho. Pô, não aprenderam absolutamente nada com as cagadas do ano passado. Enxotaram o torcedor do estádio, quando a vaca estava indo para o brejo "reduziram" os valores de ingressos para os valores praticados nos outros clubes dizendo que era o máximo que poderia ser reduzido e quando a água já estava passando do pescoço venderam ingressos a preço de banana para salvar o time, mas como reflexo deixaram os sócios, que pagaram valores altos durante todo o ano, insatisfeitos.
Agora resolveram reduzir os valores de ingressos mais cedo, no entanto o desrespeito com o sócio continua latente. A diretoria havia prometido revisão dos valores das mensalidades para antes do jogo contra o Inter, que aconteceu dia 21/07. Não só fomos enrolados pela diretoria com a conivência do Conselho. Agora finalmente marcaram uma reunião para definir novos valores de planos, falaram, falaram e não disseram nada. O plano família vai dar 10% de desconto também para o titular do plano e diminuíram os valores dos menores de 18 anos. Não acredito que isto vá acrescentar público significativo no estádio pois já existia um plano família muito semelhante. O outro é o tal plano Nação AVAIANA, que abrange o desconto de 60% para todos os setores, coisa que já deveria valer desde o início, sendo a mensalidade no valor de R$ 20,00.
Enquanto isto um plano para estudantes ficou só para a Série B, digo 2012. Até lá estudantes e aposentados, que poderiam estar em todos os jogos e mantendo uma receita fixa para o clube, são deixados de lado e escolherão os jogos que desejarão assistir já que tem descontos vantajosos garantidos por lei. E os elefantes brancos, setores C e E só serão ocupados e jogos contra times de grandes torcidas.
Agora é esperar que o time faça o milagre de escapar do rebaixamento e a torcida compre os ingressos mais baratos e ajudem um pouco, que tenhamos um pouco mais do que os 6 mil sócios em campo. Aliás, estes 6 mil poucos sócios em breve devem alcançar a marca dos 5 mil, depois 4 mil e assim por diante até que se faça uma política de sócios que respeite o torcedor. Sempre incentivei os torcedores a se associarem, mas ultimamente está difícil de fazer isto, inclusive até eu tenho pensado seriamente se vale a pena continuar com sócio, ou melhor, como locatário de cadeira na Ressacada.
Sem torcedor o time não vai pra frente, e isto tem sido provado desde o ano passado. Nosso time não é tão pior que os outros para estarmos nesta situação, mas os números provam que como o penúltimo clube que mais leva público ao estádio estamos justamente nesta posição na tabela. Sem pressão no adversário não tem jeito.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

V FEIJOADA DO AVAÍ

Não perca, neste domingo antes do jogo contra o São Paulo, a V Feijoada do AVAÍ, como excelente comida, Chopp Brahma e diversas atrações para esquentar o clima do jogo. Mais uma realização da ASSTA.

Camisetas a R$ 35,00 até sábado comigo.

Um domingo atípico

Sábado chegou a passar pela minha cabeça uma coisa que há anos eu não cogitava: a possibilidade de não ir ao jogo. Um amigo havia me convidado para almoçar na casa dele no domingo e seria normal continuar por lá e ver o jogo pela TV na comodidade do sofá. Tudo se encaminhava para esta situação, mas no domingo pela manhã meu irmão me ligou e com um poder de convencimento gigantesco, com menos de 5 palavras e em poucos segundos me convenceu e combinamos que ele iria comigo.

Estávamos neste nosso amigo após o almoço e saímos para o jogo às 15h20min. Pensamos: "Fu***, contra o Corínthians, faltando 40 minutos para começar o jogo, não chegaremos a tempo nem a pau", mas não contávamos com a estratégia do AVAÍ para diminuir as filas que é deixar os valores impraticáveis e impedir que a torcida compareça. Em 35 minutos estávamos dentro do estádio.

Primeiro tempo assisti no parapeito como de costume mesmo com aquela chuvinha que caía. Um jogo desanimador, o tome completamente dominado. No intervalo sentei ao lado de um amigo e estávamos desiludidos. Dado o desânimo, pela segunda vez me passou pela cabeça um pensamento incomum e comentei: "tá bom é pra ir pra casa agora no intervalo mesmo, do jeito que estamos jogando não vamos reagir".

E não é que o time veio completamente mudado para o segundo tempo, com muito mais gana e sangue nos olhos, logo empatou e virou o jogo. E depois ainda fomos brindados com um belo gol do Rafael Coelho no melhor estilo Roberto, e conseguimos segurar a pressão adversária no final o que nos rendeu uma excelente vitória.

Quero mandar um abraço para São Pedro que mandou aquela chuvinha que estávamos precisando para dar uma lavada e tirar a nhaca. Demos o primeiro passo, agora é manter a pegada e seguir pontuando para sair desta nóia de zona de rebaixamento.

Ah, e antes que eu esqueça, um abraço também para o fanfarrão do Leandro Castán, que sabe muito bem é atirar, e ele que arrume outro para pagar o pato.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

FraZé - esclarecimento

Ontem o leitor Diego disse que estava sentindo falta do FraZé que vai ao ar toda sexta-feira.

Realmente nas últimas 3 sexta-feiras não foi publicado o FraZé, e o motivo foi uma cirurgia que o Seu Zé teve que fazer no olho. Nada de muito complexo, ele está bem mas não está podendo utilizar o computador.

Fica nossa torcida pelo retorno e em breve voltarão a ser publicadas as irreverentes frazes do Seu Zé.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

A cbn deve estar rolando de rir

Bem ou mal, a favor ou contra (muito mais contra do que a favor) o AVAÍ, a cbn é superior à Guarujá.
Sempre gostei da Guarujá, geralmente ouço enquanto me desloco de casa para o serviço, tanto na ida quanto na volta, mas no horário do Campo Crítico é impossível parar na Guarujá. Teoricamente o programa estaria "equilibrado", com 2 AVAIANOS e 2 tricolores, no entanto o Flávio Roberto e o Rui fazem média, já os tricolores Branchi e principalmente o Márcio Martins não tem o menor problema em literalmente "tocar o pau" no AVAÍ. Aliás, este cidadão desde que era narrador de TV, por sinal um narrador terrível, sempre se mostrou totalmente parcial.
Bom, tirando o Campo Crítico e as próprias narrações de jogos, na parte de informação com os setoristas a Guarujá sempre foi muito boa, e isso devia-se ao ótimo repórter Alysson Francisco. Acontece que inexplicavelmente trocaram os setoristas e quem está cobrindo o AVAÍ agora é o Rogério Luiz, sabidamente tricolor, e muito mais devagar.
Agora nem para informações nem para opiniões, e quem deve estar com o sorriso nas orelhas é a CBN que não vê concorrência. A Regional FM 106,5, está transmitindo os jogos mas sinceramente não sei se eles tem programas diários com opinião e reportagens.
Estamos num mato sem cachorro.

Embarrigando... de novo

Quando não se quer tomar uma atitude o mais comum é se empurrar com a barriga, adiando coisas importantes e resolvendo outras sem maiores impactos. E a forma mais corriqueira de se "embarrigar" uma decisão é não definir prioridades ou definí-las incorretamente.

Ontem tivemos reunião do Conselho Deliberativo do AVAÍ, que muitos chamam de Decorativo, termo que sempre fui avesso. O clube havia divulgado em seu site oficial que seria apresentado ao conselho uma proposta de valores para que os torcedores possam voltar a frequentar o estádio.

Os conselheiros conversaram com o Gustavo Mendes, decidiram fazer camisas do conselho, sortearam os membros que viajarão com a delegação, marcaram churrasco, entre outras coisas que nada interessam para os não-conselheiros, que são mais de 99% da torcida. E não é isto que se espera de um colegiado que representa os torcedores e que é o órgão máximo do clube.

O mais importante que era discutir os valores de ingressos e mensalidades para acabar com esta política impeditiva e burra de afastamento do torcedor não foi discutido pois FALTOU TEMPO. Ora, isto deveria ser prioridade e um dos primeiros pontos a ser discutido. Com todo respeito que tenho pela Otília, mas qual a necessidade de uma explanação sobre licenciamento neste momento? O que é mais importante? O pior é que sempre que ser quer embarrigar uma decisão utiliza-se deste subterfúgio, de uma apresentação qualquer que não tenha maiores importâncias no momento do clube. Já foi assim várias vezes, em reuniões com torcida, blogueiros, e até mesmo com os próprios conselheiros. Lembro quando eu era conselheiro que cansei de ver estas apresentações cansativas que só enchiam linguiça.

Do texto publicado no site oficial não se aproveita praticamente nada. Ainda bem que a Kátia voltou ao conselho, e esta é uma conselheira realmente ativa. Chegou cedo ao estádio e foi buscar respostas a alguns questionamentos, entre eles que temos perto de 6.300 sócios adimplentes, coisa que era notório mas que sempre foi escondido. E isto é prova de que a política de preços do AVAÍ está totalmente equivocada e precisa ser alterada urgentemente, pena que o conselho não se dê conta disto. Segundo a postagem da Katia, a única decisão proveitosa do conselho foi a aprovação do pedido do Adir José Jr. de uma alteração no estatuto para que conselheiros que fazem parte da diretoria executiva não possam renunciar aos seus cargos para participarem de votações, naqueles tradicionais "migués".

Há tempo que muitos conselheiros parece que vivem no pais das maravilhas e não notam, ou fazem vistas grossas, para algumas coisas vitais ao clube, se atendo a discutir o sexo dos anjos. Sinceramente, fiquei muito decepcionado com o resultado desta reunião do conselho. Além da questão financeira, foi por estas e outras que deixei de ser conselheiro e não me atrai voltar a sê-lo.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Aprendendo com o erro

O site do AVAÍ postou um comunicado de que a proposta de alteração dos valores de ingressos e mensalidades será apresentada na reunião de hoje e, se aprovada, serão publicadas.
No início do ano foi dito que apenas os valores das mensalidades foram levadas à apreciação do conselho pois os ingressos são definidos apenas pela diretoria executiva. Aliás, quando os valores das mensalidades foram absurdamente majoradas no início de 2010, os carnês foram gerados e enviados aos sócios sem sequer ser apresentada a proposta aos conselheiros, e que diga-se de passagem, acabou não sofrendo muitas alterações após a apreciação do órgão superior AVAIANO.
Bom, mas um erro não justifica o outro, e depois de tantas "passadas por cima" do executivo no conselho, prefiro acreditar que tenham aprendido com os erros anteriores e resolveram respeitar o conselho e seu novo presidente, um ícone AVAIANO.
Aliás, parece que a diretoria finalmente resolveu reconhecer seus erros e corrigí-los, além de finalmente o marketing começar a dar umas bolas dentro. Viram que os valores estavam fora da realidade, entenderam que sem a torcida o time tinha sérias possibilidades de cair e resolveram "tentar" trazê-la de volta, estão voltando a dar valor ao torcedor e principalmente ao sócio, implementaram boas idéias como o Boteco AVAIANO, alguns sorteios de camarote, celular, cinema, etc.. Ainda falta muita coisa, mas perto do que o próprio marketing e o restante da diretoria fazia há poucos meses, diria que é uma evolução gigantesca. Finalmente estão vendo que o AVAÍ existe PARA os torcedores.
Parece que estão aprendendo.

Opções

Para este confronto com o Inter na quinta-feira, 19:30, teremos 4 desfalques. Welton Felipe que se firmou na zaga principalmente pela qualidade na bola aérea foi expulso e cumpre suspensão. Fabiano que começa a mostrar seu futebol levou o terceiro cartão amarelo e também está fora. Daniel e Marquinhos Gabriel por serem jogadores do colorado estão impossibilitados de enfrentar seu clube de origem por força de contrato.

Marquinhos Gabriel é banco e quem deve aparecer no su lugar é o recém chegado Leandrinho. Daniel ainda não desencantou e em seu lugar deve permanecer o Arlan. A única preocupação é que o Arlan apoia mais e o Daniel fica mais, e por aquele lado no Inter joga o Kleber que sempre incomoda bastante nos nossos confontos. Mas a tendência é que o Diogo Orlando ajude naquele lado.

Pedro Ken volta naturalmente ao time no lugar do Fabiano. Já no lugar o Welton Felipe, diz a lenda que a dúvida é entre Dirceu e Branca.

A verdade é que o AVAÍ está contratando em penca e vamos ganhando opções novas a cada jogo. Para o meio temos o Leandrinho e o Dinélson que, dizem, brigarão por vaga no time titular. Para o ataque chegaram o Anderson Lessa e o Caíque, além do Rafael Coelho que já está liberado e treinando. Já para defesa a lista é bem maior. Estamos jogando com Welton Felipe e Gustavo Bastos, além do Bruno que fecha como um terceiro zagueiro. Temos ainda no grupo Cássio, Thiago Sales, Dirceu, Branca, Gian, e ainda o Rafael que está se tratando no nosso DM, além do Émerson Nunes que treina em separado mas é carta fora do baralho, pelo menos com o Gallo. Sem considerar os dois último, temos ao todo 7 zagueiros, é muita gente não vejo como permanecermos com tantos apesar de alguns nem mesmo terem jogado uma única vez.

A impressão que fica é que, como a zaga vinha falhando seguidamente, contrataram a granel para dar uma satisfação à torcida, mas agora tem gente demais.

Mas inegavelmente estamos tendo boas opções para o Gallo montar o time tanto para se abrir mais como para jogar mais fechado. O grupo está inchado e provavelmente haverá dispensa, mas está se qualificando.

Voltando ao trilho

Primeiramente quero pedir desculpas aos leitores do blog pela falta de atualização. Realmente tenho tido alguns problemas para atualizá-lo, seja de tempo ou de impossibilidade de fazê-lo em determinados períodos.

Parece que finalmente as coisas estão entrando nos trilhos, pelo menos na "questã" futebol. O time vem de 4 jogos sem perder e realmente é possível notar uma evolução no futebol jogado. Mesmo nos três empates anteriores vínhamos jogando melhor que os nossos adversários, e se alguém tivesse que sair vencedor seria o AVAÍ. Contra o Atlético-Go não foi diferente, jogamos melhor e desta vez efetivamente vencemos (apesar de eu ainda estar em dúvida em relação à posição do William na hora do gol).

Tivemos ainda alguns destaques. William voltou a ser aquele brigador que gostamos de ver além de decisivo na partida. Fabiano fez sua melhor partida pelo AVAÍ. Batista mais uma vez reaparece nas horas que mais precisamos. Welton Felipe, apesar do pênalti e da expulsão infantil, estava muito bem tirando todas as bolas por cima. O contestado Bruno foi muito importante na marcação e ainda tirou um gol certo de cabeça do Felipe. O Arlan meteu uma correria pela direita e acho que foi até mais útil do que vinha sendo o Daniel.

O nosso goleiro está correspondendo ao que o Gallo esperava dele. Aliás, ele vem fazendo ótimas partidas e levando sorte. O Aleks não foi mal nas partidas que fez, mas também não chegou a fazer grandes milagres, e a sorte também não estava no nosso lado, mas quando ele voltar da seleção (se voltar, já que temos outros 3 goleiros) não sei se será titular.

Vamos torcer que a evolução continue e que possamos sair logo desta situação incômoda que é a zona de rebaixamento.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Feijoada do AVAÍ 2011

Vem aí mais uma Feijoada do AVAÍ, dia 07/08, antes do jogo contra o São Paulo. Mais uma promoção da ASSTA.

A festa promete ser ainda melhor do que as anteriores. Uma deliciosa Feijoada, Chopp Brahma e várias atrações musicais com bandas AVAIANAS, além é claro da presença basicamente de AVAIANOS, o que deixa o ambiente muito mais agradável.

Convites/camisetas a R$ 30,00 até dia 20/07, depois poderá sofrer reajuste.

Tá afim de ir na festa? Entre em contato comigo que tenho camisetas para vender.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Reforços?

Ontem o AVAÍ apresentou 3 novos contratados. Dos três, o único que lembro ter visto jogar é o Felipe que veio do Santos. Teve algumas falhas e acabou perdendo a posição, mas o que mais o marcou foi a "briguinha" com torcedores via twitcam. Rafael era reserva do Corinthians e teve poucas chances. E o Thiago começou no Flamengo e estava no Flu. Os dois últimos, segundo o pessoal da cbn, surgiram como promessas nos seu clubes e por um motivo ou por outro não conseguiram se firmar, mas teriam potencial e devem chegar aqui querendo mostrar trabalho para finalmente conseguir deslanchar na carreira.

São atletas com as características que o L.A. gosta de trabalhar, novos, com poucas chances nos times de origem e que querem mostrar trabalho. Tomara que vinguem como muitos já fizeram por aqui.

Outro reforço par esta partida de amanhã seria o Aleks. O Ney franco liberou os jogadores da Sub-20 para 3 rodadas do Brasileirão, sendo que os times podem optar por apenas duas destas três para contar com seus atletas. Portanto, se o AVAÍ quiser pode ter o Aleks em pelo menos dois jogos.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Chegou a nossa vez

Bom, o time já mostrou alguma coisa ontem. Com um melhor posicionamento o time correu os 90 minutos, além disto jogamos boa parte do segundo tempo com um a menos. Isto quer dizer que o time tem fôlego.
Parece que o Gallo está encontrando a formação ideal, talvez possamos mudar uma ou outra peça mas o esquema utilizado parece ser o mais apropriado para o grupo que temos.
Os jogadores mostraram atitude e vergonha na cara, correram, se dedicaram e ganharíamos o jogo se não fosse a participação ativa da arbitragem a favor do Grêmio. Vimos que temos algumas opções no elenco para montar um time mais consistente, apesar de ainda precisarmos de reforços. Cléverson e Pedro Ken mostraram seu bom futebol. Batista, Fabiano, Romano, Robinho, Aleks, Bruno, jogaram mais do que haviam jogado até agora. Welton Felipe e Gustavo Bastos mostraram a importância de uma defesa mais alta.
Quarta que vem enfrentaremos o Bahia, time que lutará conosco pelo mesmo objetivo que é permanecer na Série A. Lembro de combates históricos com os baianos na Ressacada pulsando e empurrando o AVAÍ para vitória. Desta vez não pode ser diferente, o time começou a esboçar uma reação e a torcida precisa pegar junto. A diretoria já acena com a possibilidade de preços justos e acessíveis para torcida, e este é um caminho sem volta já que pelo segundo ano consecutivo eles viram que sem a torcida apoiando não dá.
Os valores vão reduzir e todos teremos condições de voltar a transformar a Ressacada num caldeirão. E esta é a missão de todos os AVAIANOS. Não adianta deixarmos que o time resolva sozinho que isto não vai acontecer. O AVAÍ precisa de nós para reagir e é isto que queremos. Então, quarta-feira que vem, todos os caminhos levam à Ressacada.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Se não fosse o juiz...

Eu não esperava uma mudança de postura tão grande por parte do AVAÍ. É claro que também fomos pressionados, mas tivemos várias chances claras de gol. Abrimos o placar no início e logo em seguida o William e depois o Pedro Ken na mesma jogada perderam a chance de ampliar.
No final do primeiro tempo eles ainda tiveram dois gols anulados por impedimento, um bem marcado e o outro nem tanto. Digamos que o árbitro até nos beneficiou no primeiro tempo. Mas veio o segundo tempo e numa disputa de bola normal ele disputou o Batista que fazia uma boa partida. Ficamos com um a menos mas em seguida ampliamos com o Robinho que entrou, bem, no lugar do apagado Rafael Coelho.
Com a expulsão o Gallo acabou sacando o William para entrada do Fabiano, que também entrou muito bem. Ainda tivemos um pênalti não marcado quando o Mário Fernandes colocou a mão na bola. Para aumentar a conta do árbitro ele marcou um pênalti inexistente para o Grêmio e não expulsou o Fábio Rochemback num lance idêntico ao que ele expulsou o Batista. A arbitragem me lembrou o jogo contra o próprio Grêmio no Olímpico na Copa do Brasil do ano passado.
O Fábio Santos ainda entrou no lugar do Cléverson, que fez outra boa partida, perdeu a chance de fechar o caixão numa bola que recebeu livre e matou errado.
Critiquei o Gallo pelos acontecimentos da semana e continuo achando que ele está errado na forma que está tratando algumas situações, mas hoje ele montou bem o time, soube substituir os que não renderam no jogo passado e escalar quem entrou bem, colocou o Batista e depois o Fabiano que foram bem no jogo e foi bem também nas substituições. A leitura de jogo dele é boa, falta só um pouco de jogo de cintura para lidar com o grupo.
Não vencemos mas pelo menos o time mostrou atitude e organização. Se conseguirmos manter o futebol apresentado hoje já podemos ter esperança.

AVAÍ líder da Copa! Lembram disto?

Isto ocorreu em 2006, na série B com o Benazzi como técnico. Na parada para Copa do Mundo éramos o líder do campeonato e lá ficamos por cerca de um mês. É claro que não tínhamos jogos para poder oscilar na tabela, mas isto serviu para tirarmos uma casquinha dos adversários e até adesivos foram feitos na época.

Éramos líderes mas não apresentávamos um bom futebol. Era empate suado fora e vitória apertada em casa, e até mesmo beliscando umas vitórias fora, mas naquele esquema "retrancão" à la Benazzi. Sabíamos que uma hora ia deixar de dar certo.

Durante a Copa os adversários se reforçaram e nós nem tanto. Começamos a perder e a cair na tabela. Num certo momento já havíamos perdido três partidas seguidas, o Benazzi reclamava que o problema do time era o "sereno" e na partida seguinte teve uma brilhante idéia: sacar do time o Rogério Prateat, simplesmente o nosso capitão. Não deu outra, o time nitidamente não quis jogar, perdemos e o Benazzi caiu, e por pouco não fomos rebaixados.

Lembram disto? Talvez minha memória possa ter me sacaneado, mas lembro que foi mais ou menos isto que aconteceu na época.

Alguma semelhança com o que vemos hoje? Tá certo, não somos líderes e sim o lanterna, mas nosso futebol não aparece, e coincidentemente foram sacados do grupo jogadores que tem certo respaldo junto à torcida, entre eles nosso Capitão Marcinho Guerreiro.

Não acredito que o time resolva reagir da forma que está. Até concordo em partes com o Alexandre Aguiar de que as coisas estavam muito frouxas e o Gallo chegou, bateu na mesa e resolveu apontar o que não estava correto, mas ele extrapolou e está confundindo problemas particulares com o interesse do AVAÍ F.C.. Vamos ver o que acontecerá hoje, mas minhas expectativas não são nada boas.

terça-feira, 28 de junho de 2011

E este 2010 que não acaba...

É brincadeira a zona que virou o AVAÍ desde o início de 2010. Tudo começou com o enxotamento da torcida. A diretoria achou que era o gás da Coca Cola e que conseguiria tudo sem a ajuda da torcida. Até ganhamos o estadual com o pé nas costas contra times sofríveis mas sabíamos que aquele time teria sérias dificuldades para se manter no brasileirão, principalmente sem o apoio da torcida, tanto é que no final do ano só faltou dar ingresso e implorar que o torcedor fosse apoiar.

Mas 2010 não serviu para absolutamente nada. A diretoria continuou com sua soberba achando que é auto-suficiente e que não precisa da torcida. O torcedor continua afastado do clube que não consegue se impor dentro de casa, muito menos fora.

Aliado a isto temos um grupo que necessita de reforços para poder pelo menos brigar contra o rebaixamento, pois da forma que está seremos rebaixados sem sequer brigar.

Agora, para completar o inferno astral pelo qual passamos, o técnico Gallo começa a atirar para tudo quanto é lado para tirar os eu da reta. É lógico que não estamos nada bem, que tem problemas na montagem do time, que o time está cansando cedo, mas o técnico também tem sua parcela de culpa, e eu diria que é bastante grande principalmente na parte psicológica. Não é arrumando conflitos que se vai melhorar.

O Marcinho Guerreiro estava falhando, mas de um dia capitão do time para uma semana depois estar treinando no terceiro time é demais. George Lucas custou para se recuperar de lesão, quando começou a jogar bem ele o dispensa para colocar o Daniel que não mostrou nada na sua estréia. O Émerson Nunes também pode não ter tido dos melhores início de ano, mas tem zagueiro muito pior que ele sendo prestigiado.

Sinceramente não sei onde vamos parar, o time não mostra reação, atitude, vontade de mudar este panorama. A tendência é que percamos também para o Grêmio amanhã, aí serão 21 pontos disputados e apenas 1 conquistado. Não vejo outra alternativa a não ser mais uma troca de comando, e já antecipo minha preferência: Adilson Batista.

sábado, 25 de junho de 2011

Tá na hora de reagir

Bom, tudo que podíamos errar durante o primeiro turno inteiro nós já erramos nas 5 primeiras rodadas.
Estão chegando novos jogadores e outros estão ficando à disposição. Ao que tudo indica Marcinho Guerreiro, Marquinhos Gabriel e Robinho, além do Cássio machucado, devem perder seus lugares no time.
O recém chegado Welton Felipe já deve iniciar a partida. Lembro dele no jogo contra o Atlético-Mg em 2009 quando foi bem, espero que repita suas atuações aqui no AVAÍ. Importante que desta forma nossa defesa ganha altura e a tendência é que tenhamos uma melhora no aproveitamento nas bolas aéreas. Gustavo Bastos volta de suspensão e o Bruno deve completar a defesa como um (falso) terceiro zagueiro.
Acleisson permanece no meio com a saída do Guerreiro. Por mais que concorde que o Marcinho venha falhando, acho que ainda é mais firme na marcação que o Acleisson, isso se ele jogar em pé. Uma coisa é certa, com os volantes que temos o Bruno é titular já que é o mais rápido dentre eles. Na ala direita joga o Daniel e na esquerda o Julinho. Na boa, eu chegaria para o Julinho diria: "vais ficar no banco de castigo, quando parar de fazer firula tu voltas ao time", bem assim, como se fala com criança.
Pedro Ken, o único que vem se salvando nos últimos jogos, e o Estrada, que precisa mostrar que não é jogador de segundo tempo, completam o meio com William e Coelho na frente. Gostaria de ver o Cleverson no lugar do Estrada para ver se ele não consegue colaborar mais nesta meia.
No mais é apoiar. Sei que é difícil e não espero muita gente no estádio, mas temos que jogar com o time pois mais uma vez só a torcida pode ajudar (não custa nada a diretoria admitir que MAIS UMA VEZ ERROU NA QUESTÃO DE PREÇOS e permitir que a torcida volte), ou alguém prefere jogar às terças e sextas?

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Campanha do Agasalho 2011

Além de não ser da RBS, tem o apoio e a credibilidade da Dona Nesi, portanto doming estarei com minhas doações para campanha.

A Campanha do Agasalho 2011 entra em campo no próximo domingo, dia 26, no Estádio da Ressacada durante o jogo Avaí x Fluminense. Em parceria com a RIC Record e com a Associação Florianopolitana de Voluntários (AFLOV), o Avaí Futebol Clube estará arrecadando roupas que serão doadas às entidades escolhidas pela ação.

Cada portão de entrada da Ressacada terá um posto especial de arrecadação com a presença de dois voluntários da Aflov e funcionários do clube. A partir da abertura dos portões, às 14h, ou até antes, os torcedores poderão fazer a doação. Vale lembrar que haverá um posto de entrega nos setores A, B, C, D, E, F, G e H.

A Diretora Social do Avaí, Nesi Furlani, ressalta a importância da campanha. “O Avaí está a disposição para ajudar as comunidades de Florianópolis. Essa parceria com a Aflov e RIC Record é de extrema relevância e vai com certeza contribuir com um inverno mais quente para as famílias carentes”.

A ação conjunta de Avaí, Aflov e RIC Record irá se repetir no dia 23 de julho, durante o jogo Avaí x Internacional, marcado para às 21h no estádio da Ressacada.



FraZé

"Não me agrada aconselhar porque, em todos os casos, se trata de uma responsabilidade desnecessária".
Bom fim de semana a todos
Seu Zé

domingo, 19 de junho de 2011

Marcos respeitou mais o AVAÍ que os nossos próprios jogadores

4x0 pro Palmeiras, pênalti para ser batido e a torcida pedia por Marcos. O goleiro poderia aproveitar que o adversário já estava morto para fazer o seu golzinho. Mas não aceitou o pedido da torcida e foi o Kleber quem bateu e fez o quinto gol. No final do jogo um repórter perguntou o por que que ele não quis bater e ele disse que não era o batedor oficial e que não era por que estavam goleando que ele iria bater e desrespeitar o adversário, principalmente pelo Aleks estar começando a carreira.

Respeitou o AVAÍ muito mais do que os nossos próprios jogadores que não jogaram absolutamente nada. Não mostraram nada que se assemelhasse a futebol e muito menos vontade de vencer. Um time totalmente apático e sem atitude. Basicamente a mesma coisa que estamos vendo desde o início do campeonato.

O Gallo havia sinalizado com algumas mudanças, barrando George Lucas, Marcinho Guerreiro e Estrada. George Lucas perderia injustamente a vaga para o recém chegado Daniel. Digo injustamente pois ele era um dos poucos que vinha jogando alguma coisa nos últimos jogos. Como o nome do Daniel não saiu no BID o George Lucas acabou entrando em campo, e só, pois não jogou nada tanto que foi substituído no intervalo. Marcinho Guerreiro jogou já que o Rafael Coelho estava suspenso, mas mais uma vez mostrou que desde aquele primeiro jogo contra o Vasco na Copa do Brasil onde ele foi o melhor em campo ele não vem jogando nada, se contentando em apenas bater. O Estrada que vinha mal perdeu a vaga para o Robinho que também não acrescentou nada.

O torcedor está cansado de ser desrespeitado. A diretoria nos desrespeita com todo o desprezo possível. Os jogadores acabam desrespeitando com a falta de raça e vontade. Os técnicos vem nos desrespeitando desde o início do ano com a incapacidade de armar um sistema defensivo consistente. É muito desrespeito. Queremos que a instituição AVAÍ FUTEBOL CLUBE nos respeite como o MARCOS, nosso adversário de hoje, nos respeitou. E 2010 que insiste em não acabar.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

FraZé



"Não é a vontade de vencer que importa, todo mundo tem isso. O que importa é a vontade de se preparar para vencer."


Bom fim de semana a todos

Seu Zé

sexta-feira, 3 de junho de 2011

FraZé

"Não entendo as pessoas que só pensam em dinheiro. A fama e o sucesso também são importantes."


Bom fim de semana a todos

Seu Zé

terça-feira, 31 de maio de 2011

Próxima senha

A primeira senha, pela forma que desenrolou a novela era mesmo do Marquinhos. Infelizmente perdemos o nosso capitão, o jogador mais qualificado do nosso elenco, e mais do que isto, o representante da torcida dentro de campo. Por mais que tenhamos jogadores com identificação com o clube como o Cássio, Batista, Gustavo, e mais recentemente até o Gustavo Bastos que parece será mais um que incorporará a mística da camisa AVAIANA, nenhum terá esta química que o Marquinhos tinha.

Mas o Marquinhos agora é passado, e provavelmente futuro pois tenho certeza que ele ainda voltará para encerrar a carreira no AVAÍ. No presente não temos mais o Marquinhos e teremos que sobreviver sem ele assim como fizemos(?) no ano passado.

Agora, ao que parece, a próxima senha para deixar o AVAÍ é a do Renan. Espero que pelo menos consigamos renovar o seu contrato para termos um retorno financeiro aceitável por esta promessa, e não os R$ 5,4 milhões que dizem ser a multa atual. É uma pena pois justamente agora o Renan voltou à sua grande fase que o credenciou à Seleção Brasileira no ano passado. Já ouvi há pelo menos duas semanas que ele iria para o Corinthians com a certeza que seria o goleiro nas Olimpíadas de 2012.

Na fase que o Renan está ele é um baita goleiro e teremos uma grande perda. Mas eu já havia comentado com uns amigos na época que o Zé Carlos saiu, que o Renan acabaria negociado e o nosso grande destaque neste Brasileirão seria o Aleks.

Nunca vi o Aleks jogando mas falam maravilhas dele, afinal não é fácil chegar a uma Seleção Brasileira, principalmente agora com o Ney Franco onde não são os empresários que fazem as convocações. O Aleks já estava merecendo uma chance no estadual, mas quando chegou na fase aguda, intercalando com Copa do Brasil não podíamos lançá-lo numa fogueira quando nossos dois primeiros goleiros não estavam em boa fase. E isto eu falei para uma amiga da namorada do Aleks na Ressacada quando ela dizia que estava na hora do garoto jogar pois já tinha vários clubes querendo levá-lo, como o próprio Corinthians (que deve levar o Renan), Inter, entre outros.

A hora dele está chegando e aposto que será o nosso grande destaque neste campeonato. Mesmo que venha outro goleiro, e certamente teremos que contratar pois não teremos um reserva, acho que deve-se apostar as fichas no Aleks, ele tem os requisitos que se espera de um goleiro. E espero que saia melhor do gol do que o Renan e o Zé Carlos, dois grandes goleiros.