quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Preparo físico X Contusões

Não bastasse a situação complicada em que nos encontramos e a qualidade insuficiente do grupo para brigar mais lá em cima, uma coisa que vem prejudicando demais e comprometendo nosso desempenho nos jogos é o excesso de jogadores contundidos.
Tínhamos nada menos do que 10 jogadores habitando o nosso DM. É demais. Ainda bem que a contusão do Émerson não foi nada grave e ele não chegou a nos desfalcar em nenhum jogo, e o Caio está liberado para enfrentar o Palmeiras. Ainda são 8 jogadores impossibilitados de entrar em campo. Alguns como o Rudnei, Rafael, Diogo Orlando e Válber estão prestes a voltar, mas Eltinho, Marcinho, Leandro Bonfim e Vandinho ainda devem ficar mais um tempo encostados. Fora o Marcinho que realmente faz muita falta e que com certeza está doido para voltar, os demais, pelo que jogaram até agora, não estão fazendo falta nenhuma.
O curioso é que dos 10 jogadores que passaram pelo DM nesta semana, apenas o Marcinho e o Rafael tinham problemas com algum tipo de torção, os demais são estiramentos e contraturas, ou seja, lesões musculares que geralmente devem-se ao condicionamento físico inadequado.
Sem querer entrar no mérito da qualidade do nosso preparador físico atual, mas com o Émerson Buck não tínhamos tantas lesões musculares. Aliás, uma coisa que me intriga é que quando mal começamos esta maratona de jogos, contra o Botafogo, 4 atletas foram poupados por causa da tal enzima CK que estava em nível elevado, e agora não se fala mais nela. Ou lá atrás houve excesso de preciosismo ou estas atuais lesões tem relação com esta enzima e os jogadores não foram poupados, o que revela uma incoerência.
Ao contrário do Silas que saiu daqui e trocou os pés pelas mãos, acho que a saída do Buck não foi assim tão traumática já que ele foi atrás de melhores condições para sua família, além de sempre ter respeitado o clube. Mesmo o presidente tendo ficado indignado com a forma como ele saiu, acho uma situação completamente normal, e sem pensar duas vezes eu tentaria trazê-lo de volta para Ressacada pois sabemos da qualidade do seu trabalho e notamos que o time tem tido uma queda de rendimento acentuada no segundo tempo. O que antes era nosso trunfo, hoje é o nosso calcanhar de aquiles.
O leitor do Blog, Antônio Farias, fez um comentário nesta postagem que acho interessante inserí-la aqui pois é bem explicativa, afinal isenta o atual preparador físico da série de contusões musculares que vem assolando o nosso time. De qualquer forma eu gostaria do retorno do Buck. Obrigado pela colaboração Antônio

"Uma Coisa é gostar de uma pessoa, outra é saber sobre a profissão que ela exerce.
Com certeza vc realmente não está tão antenado com as situações acerca de preparação física. Se soubesse, saberia que em uma sequência de 2 meses com 2 jogos por semana seria impossível fazer qualquer trabalho físico que não seja recuperar e aquecer antes de treinos táticos. E é isso que o novo preparador físico do Avaí está fazendo.
Com relações ás lesões existem mil motivos, mesmo, para explicar as contusões. A melhor, em minha opinião é essa massante sequência de jogos no final de temporada(já estamos no mês 10 do ano, e os atletas treinando e jogando desde janeiro).
Então, o planejamento ANUAL( O BUCK ESTAVA INSERIDO) foi mal elaborado, não restando absolutamente nada para o atual fazer, a não ser um mero AQUECEDOR E RECUPERADOR nesse final de brasileiro.
Sejamos justos, quem planejou o ano não foi o atual.....
Abraço!!!"

3 comentários:

Antônio Farias( Formado em E. Física) disse...

Uma Coisa é gostar de uma pessoa, outra é saber sobre a profissão que ela exerce.
Com certeza vc realmente não está tão antenado com as situações acerca de preparação física. Se soubesse, saberia que em uma sequência de 2 meses com 2 jogos por semana seria impossível fazer qualquer trabalho físico que não seja recuperar e aquecer antes de treinos táticos. E é isso que o novo preparador físico do Avaí está fazendo.
Com relações ás lesões existem mil motivos, mesmo, para explicar as contusões. A melhor, em minha opinião é essa massante sequência de jogos no final de temporada(já estamos no mês 10 do ano, e os atletas treinando e jogando desde janeiro).
Então, o planejamento ANUAL( O BUCK ESTAVA INSERIDO) foi mal elaborado, não restando absolutamente nada para o atual fazer, a não ser um mero AQUECEDOR E RECUPERADOR nesse final de brasileiro.
Sejamos justos, quem planejou o ano não foi o atual.....
Abraço!!!

Rafael Vidal Eleutério disse...

Dá-lhe, Sandro!

Andei pensando justamente a mesma coisa... Mas não consigo culpar o atual preparador físico muito menos o planejamento do Buck. Já na pré-temporada já tinhamos lesões acontecendo em excesso e o Avaí não é único clube do Brasil com 10 lesionados. A explicação está além disso.

Rafael Vidal Eleutério disse...

ah, inaugurei um cantinho só meu:

http://manezinhoirado.blogspot.com