domingo, 26 de outubro de 2008

Tudo muito bom,tudo muito bem, mas...

... duas coisas que sou obrigado a falar.
A mesma torcida que dá um banho, que encanta quem vê, que dá show em todos os jogos, as vezes prejudica o time.
O Joélson não podia tocar na bola que já tinha neguinho xingando. Pô, o cara tava fazendo o possível, está sem ritmo de jogo e ainda teve a função de substituir o Válber. Qualquer toque errado era uma vaia, mas se o Batista que errasse o pessoal aplaudia. Claro que o Batista é quase unanimidade, é o capitão, um dos craques do time e tem muito crédito, mas o que fazem com o Joélson e com o Juliano prejudica tanto a eles como o resto do time que também se chateia quando a torcida começa a pegar no pé de um ou de outro.
Agora, uma coisa que tirou todo mundo do sério ontem foi a bandinha do AVAÍ.
Primeiro que eles só aparecem na boa, na última aparição queriam ingresso, passagem de ônibus e tudo o mais. São tudo pé frio, cheguei até a ficar com medo ontem.
Ontem até que eles começaram bem, mas depois descambaram. Chegaram cantando o hino, um ou outro grito de guerra, mas durante o jogo eles insistiam em continuar, tocavam música de carnaval e o pior, conseguiram abafar os cantos da Mancha, pelo menos no Setor A.
O que mais me indignou foi que em momentos que o AVAÍ mais precisava da torcida, do empurrão de fora do campo, os caras começavam com aquelas cornetas e acabavam com tudo. E depois ainda reclamaram que o pessoal xingou e jogou papel de pipoca, não era pra menos né...
Tomara que não apareçam mais, e se forem em outros jogos, que toquem no início do jogo, intervalo, quando o AVAÍ fizer gol e depois no final. Durante o jogo atordoa.

3 comentários:

luciana disse...

Apoiado Sandro!
Já mandei meu email para a diretoria, sugiro a todos que façam o mesmo.
Ontem mal consegui assistir o jogo... pior foi passar o domingo com enxaqueca :/

até sexta!
e sem bandinha dessa vez :)

Roberto disse...

Sandro,

Postei no Souavaiano sobre o mesmo tema.

Acho que a tua sugestão final é mais apropriada. Penso exatamente assim: com bandinha tocando "apenas" no início, no intervalo, no final e uma puxadinha no hino após os gols.

Se os caras acharem que é pouco, aí deixa eles ensaiando na Toca do Leão.

Agora, escorraçar com a bandinha, chamar de pé-frio e dizer que só vem na boa, aí já me perece ecos do M.A.L.

Sandro disse...

Roberto,
vou fazer como a Luciana, mandar e-mail para o AVAÍ sugerindo isto pois realmente eles incomodaram muito.
Quanto ao M.A.L., este não me influencia pois não o escuto. E continuo com minha opinião, eles só vem na boa, tanto é que só apareceram agora, e nos jogos mais "fracos" eles nunca aparecem. Pode até ser que não sejam pé-frio, mas que são oportunistas, isto são.
Saudações Azurras,
Sandro