sexta-feira, 2 de julho de 2010

Agora é tarde

Acabo de ler a seguinte Nota Oficial do AVAÍ:

"Nota Oficial

O Avaí Futebol Clube, atendendo os apelos dos associados, decidiu em reunião ocorrida nesta sexta-feira, liberar o acesso “gratuito” nas rodadas seguintes da Copa da Hora, aos sócios adimplentes com a Tesouraria do Clube. Portanto, nas partidas contra o Coritiba, neste sábado, às 21h30min, e contra o Grêmio, na segunda-feira, dia 5, o sócio “adimplente” terá acesso normal ao Estádio da Ressacada, bastando que apresente a carteira de sócio nos portões do Estádio.

A DIRETORIA"

Depois do estrago feito, da porteira arrombada, não adianta coisas deste tipo. O AVAÍ comprou uma briga com a torcida e ficou do lado da rbs. Toda uma relação de confiança entre clube e torcida ficou extremamente abalada, agora que viram que o boicote foi total estão querendo arrumar.

O problema é que a relação ficou abalada. A torcida não gostou nem um pouco da atitude da diretoria e não é liberando o acesso nos jogos seguintes que isto vai se resolver. O pior é que como a Copa Fora da Hora É DA rbs, provavelmente o AVAÍ vai ter que bancar o ingresso dos sócios que forem aos próximos jogos. Se for assim, será outro erro pois a relação com a torcida não vai melhorar e ainda vão ter que desembolsar um bom dinheiro por isto, que deixe o prejuízo com a rbs que foi o estopim de tudo isto.

Até acho que a intenção é reverter o mal-estar criado com esta Copa, mas agora é tarde para fazer afagos. Não fui no primeiro jogo e não irei nos próximos e, da forma que foi conduzida toda esta situação, não acredito que os sócios apareçam em peso nestes jogos. Espero que sirva para diretoria avaliar o que tem sido feito com o torcedor e reflita se estão mesmo no caminho certo como imaginam, eu tenho certeza que não estão.

5 comentários:

Anônimo disse...

concordo com tudo...

Fernando Medeiros

Rodrigo disse...

Antes de tudo temos que pensar no Avaí, mesmo que a diretoria não esteja pensando. É o nosso papel. Se com essa pequena atitude de liberar o ingresso pros sócios (já foi muito discutido se era obrigação ou não liberar) o torcedor não tiver uma pequena atitude na direção de retornar a torcer no estádio, fica entendido que o torcedor não vai se sensibilizar com nada, nem com diminuição dos ingressos, nem com diminuição das mensalidades, nem com retirada das cadeiras. Só vai comprovar que a situação não tem mais solução. Não fui no outro jogo, mas sou da opinião (bem particular) que pelo menos pra esse próximo jogo seria importante que nós sócios estivéssemos presentes. Ajudaria a mostrar um pouquinho que seja que podemos chegar a um meio termo em toda essa reclameira de 2010.

www.mantoavaiano.com.br disse...

Não vi nenhum apelo dos torcedores como eles relatam!!
Viram a força da torcida!!! marketing de bosta!!!

Anônimo disse...

nunca é tarde pra voltar atrás, antes tarde do que nunca, avaí sempre.

Sandro disse...

Rodrigo,
respeito tua opinião, assim como do nosso outro amigo ali que não se identificou, quando vcs dizem que nunca é tarde para reconhecer o erro. Até acho uma atitude digna, apesar de não saber os reais motivos que levaram a diretoria a liberar a entrada de sócios, provavelmente tendo que pagar à rbs por eles. Coincidentemente um dia antes do protesto que está sendo organizado, talvez para que o estrago não fosse ainda maior.
Mas não sou mulher de malandro e acho que tinham que ter pensado no que estavam fazendo, que é o afastamento do torcedor, antes de tomar esta atitude.
Mandei e-mail para o presidente, para diretora de marketing e para o presidente do conselho e o Zunino chegou a me ligar explicando algumas coisas. Sugeri que fosse liberada a entrada do sócio apenas nos jogos do AVAÍ, por exemplo a partir das 21h15min. Ele ficou de verificar esta possibilidade mas nada foi feito. Depois de terem visto o fracasso que foi o primeiro jogo resolvem tentar reverter a situação, mas agora o estrago já está feito.
No Brasileirão voltarei aos jogos como a grande maioria, apesar de acreditar que perderemos muitos sócios por esta sacanagem que fizeram, mas vamos ter que pegar junto pois acho que o nosso futuro não será nada fácil. Infelizmente a relação com a torcida que deveria se de lua de mel está muito abalada e é nítido que a Ressacada não é e nem será, pelo menos neste ano, aquele caldeirão de outrora.
Saudações Azurras,
Sandro